EN | ES

 

Um bosque comestível pretende ser um bosque natural com maioritariamente espécies comestíveis, assumindo-se como a forma mais natural de produzir alimentos. Se observamos bem, qualquer bosque está formado por uma grande diversidade de espécies vegetais que podem agrupar-se em 7 níveis: árvores muito altas ou canópia, árvores altas, árvores baixas, arbustos, ervas, túberculos e trepadeiras.

 

Estes níveis na natureza não controlada vão aparecendo sucessivamente, tendo cada um a sua função no todo. No início predominam os níveis inferiores, os quais, descompactam a terra e aportam matéria orgânica ao solo. Assim, as árvores e os arbustos vão encontrando as condições favoráveis para se desenvolver. À medida que crescem, vão criando sombra aos níveis inferiores, que deixam de ser predominantes. Com o tempo outros elementos aparecem, como os fungos, a fauna local. Cria-se uma simbiose apertada, um ecossistema resiliente capaz de aprisionar uma bolsa própria de humidade, criando um microclima e vivendo com pouca ou nenhuma manutenção. A permacultura pretende imitar esta sucessão natural acelerando os ciclos.

                            Fuente: https://nido11.wordpress.com/tag/huertos-urbanos/

O que a natureza demora 100 anos a criar, pode ser estabelecido em muito menos tempo. Para esse efeito, é primordial observar o solo. Entender que tipo de solo temos (argiloso, arenoso ou franco), a profundidade que tem, o estado em que se encontra, se foi muito castigado por animais ou por actividades agrícolas, se recebeu substâncias químicas, se tem muita ou pouca matéria orgânica, etc. Criando um solo rico, aceleramos a sucessão natural e criamos as condições ideais para que se desenvolvam os níveis superiores. Num bosque comestível, tal como num bosque selvagem, tudo acontece em função da criação de solo. Vai ao bosque e observa.

 

No nosso caso, possuímos um solo franco/arenoso, com bastante profundidade, o qual tinha sido submetido à exploração granadeira extensiva. Para melhorar a fertilidade começámos por semear abono verde, uma mistura de aveia, trigo, mostarda, trevo, ervilhaca e daikon. Uma vez crescido, foi gadanhado, tendo os nutrientes de todas essas plantas sido devolvidos ao solo, melhorando-o.

 

No primeiro ano, constatando que o solo não estava em muito más condições, apostámos no nível arbóreo, tendo plantado cerca de 80 árvores entre porta-enxertos, fruteiras enxertadas e espécies auxiliares, numa boa proporção entre espécies de folha caduca e perene (70 a 80% de caducas). As árvores auxiliares, como lhe chamamos, são leguminosas que ajudam a fixar o nitrogénio no solo, como as alfarrobeiras que introduzimos entre as outras árvores,  ou espécies com propriedades fitossanitárias naturais como o sabugueiro.

 

No segundo ano, fase em que se encontra o nosso bosque comestível mediterrâneo, apostámos por aumentar a diversidade do bosque, plantando além de mais fruteiras, arbustos e árvores sacrificiais em grande quantidade. Estas últimas, como o tagasaste, são árvores de crescimento rápido, também fixadoras de nitrogénio, as quais iremos podar sucessivamente de modo a adicionar de forma acelerada matéria orgânica ao solo, numa técnica conhecida por "chop and drop".

 

 


O bosque cresce

/album/o-bosque-cresce/a1-noviembre-2014-jpg3/
/album/o-bosque-cresce/a2-diciembre-2014-jpg3/
/album/o-bosque-cresce/a6-abril-2015-jpg3/
/album/o-bosque-cresce/a7-mayo-2015-jpg3/
/album/o-bosque-cresce/a8-junio-2015-jpg3/
/album/o-bosque-cresce/a9-septiembre-jpg3/
/album/o-bosque-cresce/a11-noviembre-2015-jpg1/
/album/o-bosque-cresce/enero-2016-jpg/

—————


Woods stories/historias del bosque

18.03.2016 12:08

Effective Microorganism/ Micro organismos efectivos

—————

05.10.2015 20:50

Frutales de variedades tradicionales

El bosque comestible sirve como refugio de variedades locales de arboles frutales. Queremos contribuir a la preservacion del patrimonio vegetal de la Península Ibérica. Por ello, realizamos una búsqueda continua de variedades de fruta de las proximidades, tanto españolas como portuguesas. Estas...

—————